Opinião

Liberdade

Livre, livre como o mar
Intensa, como o mar
Imensa, como o mar.

Cheia de vida, como o ar
Plena, como o ar

Depois que ela descobriu essa liberdade
Nunca mais se quis se ver presa
Seu coração ainda dói às vezes
Mas a vontade de conhecer o mundo é maior

Ela anda meio perdida no tempo
Mas seu amor por si própria vem crescendo
Esse desejo de viver é muito maior

Ela quer conhecer o mundo
Quer sentir o frio da barriga
De cada partida, de cada avião,
De cada vez que fica fora do chão

Ela quer o mar, ela quer amar
Mas só se não for em vão
Ela quer liberdade, liberdade até o sol raiar

 

Créditos de imagem: https://www.youtube.com/watch?v=8jPX2XIsuCI

Pamela Sobrinho

Quem escreve?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *